E você, o que pensa sobre este tema?

  1. É vergonhoso e um CRIME Empresas darem dinheiro a candidatos em qualquer nível da POLÍTICA NACIONAL. ALÉM DO DINHEIRO PÚBLICO esse políticos se VENDEM porque recebem DINHEIRO porque os INTERESSES VÃO CONTRA A INTERESSES DA SOCIEDADE.O POLÍTICO QUER SE CANDIDATAR QUE GASTEM O SEUS PRÓPRIO DINHEIRO, MESMO PORQUE DEPOIS DE ELEITOS ELES EMBOLSAM VERDADEIRAS FORTUNAS. TANTO EXERCENDO LOBIS OU SE VENDENDO A QUEM PODE PAGAR MAIS. OU VOCÊS ACHAM QUE OS POLÍTICOS SÃO CONFIANTES????.

    • Não há dúvida a classe empresarial é a principal causa de corrupção no Brasil. Os políticos e seus partidos são apenas testa-de-ferro desse grande bandido de vulgo empresário.

      • Nisso eu concordo. A classe “empresarial” é a grande culpada por 95% da corrupção e da roubalheira no Brasil, só que ninguém fala isso, muito menos a imprensa, por motivo óbvios. A sonegação ultrapassa a arrecadação de impostos facilmente ( mais de um trilhão são sonegados anualmente – perguntem aos contadores honestos(?)). Nem vamos falar nas propinas e superfaturamentos que são CONSEQUÊNCIAS das DOAÇÕES de campanha. ESSE É O MAL A SER COMBATIDO.
        Culpar políticos por corrupção faz parte da estratégia de desviar o foco já que o Povo é analfabeto político mesmo.

  2. Políticos no Brasil é a mesma coisa que colocar raposas pra cuidar de galinhas, ou bode pra cuidar de milhos , jamais em um país como esse voto poderia ser obrigatório, nunca na minha vida eu consegui entender até hoje , em que ou que um político pode me representar , um fulano que pensa dessa forma,não passa de um idiota , imbecil ou até mesmo um doente mental …

  3. Abominável é a prática de doações aos políticos pelas empresas, comprometendo os interesses da sociedade.

  4. creio que os dados não são fidedignos, haja vista o PSDB ter know-how em escamotear operações financeiras (mensalão tucano mineiro), e, por outro lado, o PT ser bisonho nessa atividade. Logo, o apenas o PT declarou os valores o mais próximo da “verdade”, enquanto que os demais partidos (PMDB e PSDB, principalmente), camuflaram seus estoques em Caixa 2, daí a falsa impressão que o PT angariou mais grana das empresas, quando, na verdade, foi o PSDB e o PMDB, nessa ordem, quem mais se beneficiaram. Ideologicamente, o empresariado tem aversão ao PT, como lhe daria tanto dinheiro para campanhas?…não faz sentido algum….só um idiota para acreditar nesses números do Estadão…é como penso

  5. o poder econômico durante muito tempo ainda vai mandar no País. O poder social deverá se organizar durante anos até que possa tornar o Estado uma agência voltada para o investimento prioritário na educação de qualidade, tipo ‘padrão fifa’. Até lá a r.ede g.lobo continuará sendo porta-voz do grande capit.al…

  6. Discordo dos comentários. Penso que o que interessa é que as doações sejam expostas. Interesses são legítimos sejam de empresários, empregados, servidores, desfavorecidos ou de qualquer cidadão brasileiro. Se há interesse econômico certamente haverá interesse e político. Ir contra isso é ir contra a realidade. Dar murro em ponta de faca. Quanto mais importante for o Estado mais influência haverá. A democracia pressupõe a disputa dos interesses, de forma aberta. Nem sempre vence o mais justo do ponto de vista de cada um de nós. Acho que está na hora de parar com esta diabolização dos empresários e consequente angelização dos demais agentes da sociedade. Eliminemos a atividade empresarial e privada e vejamos o que ocorrerá. Façamos o teste. Podemos também verificar o que ocorreu e ocorre em sociedades que tentaram fazer isso.
    Errado é ter esse fluxo de dinheiro escondido e não importa se é em cuecas ou ceroulas. Dá no mesmo.
    O que acho que está faltando neste Pais em termos de partidos é um partido que defenda a livre iniciativa nos seus princípios mais elementares. Seria taxado de partido de direita certamente. Se fosse um partido que se colocasse criticamente frente à onda de proteções sociais eu votaria para ver no que daria.

    • A questão não é diabolizar os empresários, pois em eles a economia não funcionarias. Teríamos uma capitalismo estatal como ocorre em países que passaram ou passam por regimes ditos comunistas. O que deve ser estabelecido é a libertação dos empresários do assédio dos políticos por ocasião das eleições. Se eles desejarem contribuir que o façam com pessoas físicas, dentro dos limites legais que a legislação estabelece. Vincular empresas a partidos é construir uma via de mão dupla onde o maior duto é a corrupção em obras e fornecimento para o poder público que é “podre” pela podridão dos políticos. Empresário que quer se imiscuir nisso, certamente também o é. Esse é um dos males que devem ser combatidos.
      Arnaldo

  7. Pingback: Doação de empresas garante 2/3 das receitas dos maiores partidos do País | Jornal Ação Popular

  8. Pessoas são corruptas e não entidades. Pena que no Brasil empresário, que gera emprego, paga impostos absurdos, seja considerado “explorador” do povo por mentes esquerdopatas. O empresário que quiser financiar um candidato que lhe permita respirar um pouco não vai poder?

    O PT quando tinha 8 deputados era contra o financiamento publico de campanha, agora que tem mais de 80 é a favor. Porque? A grana vai ser distribuída proporcionalmente ao tamanho da bancada. Isso é corrupção mental é jogar sujo. É governar para si mesmo.

    Quando grandes empresas financiam campanhas podemos nos posicionar sobre determinado candidato, se é a favor ou contra o aborto, se é a favor ou contra armas para o cidadão, se é a favor de boas universidades federais ou se prefere continuar financiando as particulares, etc.

  9. Essa é a porta de entrada da corrupção em obras públicas e outras coisas mais. O PT bem que está ocupando posição de destaque, mas os PMDB e PSDB estão querendo chegar lá. Será que não tem alguma organização de âmbito nacional para encarar uma proposta de EMENDA CONSTITUCIONAL, ou mesmo uma lei Complementar, de INICIATIVA POPULAR para acabar com o conluio descarado entre política e poder econômico. As doações estão estreitamente ligadas a verbas públicas como o Estadão já mostrou em diversas reportagens, entre elas a de liberação de verbas parlamentares destinadas ao asfaltamento de ruas em cidades do interiro.
    Arnaldo

    • Ô Arnaldo, você poderia citar algum caso de corrupção ou roubo de dinheiro PUBLICO COMPROVADO, pelo PT? Não vale DOMÍNIO DO FATO , usados pela turma globo/veja/stf…..

      • Ângelo,
        Para você e para alguns poucos o Mensalão não foi um fato concreto, mas eu e a grande maioria da população e dos Juízes do STF foi. Você acha que doações são feitas sem qualquer expectativa de retorno. Se você ou qualquer filiado ou simpatizante do partido doarem como pessoa física, com o devido registro e limite legal de valores o fizerem não tenho restrição alguma. Junto com o PT coloco todos os partidos que se beneficiaram disso, como o caso do PSDB em Minas e SPaulo, DEM em Goias, PMDB no Rio de Janeiro, que foi blindado no Congresso, inclusive pelo PT, etc.

  10. Seria muito bom que proibissem a doação de EMPRESAS para campanhas. Mas sabemos que isso é impossível. Eles(as empresas) perderiam o PODER.

  11. Vou na contramão das opiniões. Acho perfeitamente normal doações de qualquer origem privada. Só acho que devem ser declaradas e auditadas por empresa independente. Interesses todos têm, até o eleitor mais simples que escolhe o candidato porque disse a ele que vai asfaltar sua rua. Isto é legítimo desde que consiga convencer a maioria. Isto é democracia. O que acho imoral e infantil até é o financiamento público, porque isto significa usar o dinheiro do povo e quem decide é o síndico de plantão no poder. Claro que as decisões irão no caminho de perpetuação no poder. Qualquer semelhança com o atual governo não é mera coincidência.

  12. O Supremo não deveria proibir a contribuição de terceiros deveria sim exigir total transparência publica dessas doações. Assim como o povo brasileiro deveria exigir com urgência que as Eleições para o poder EXECUTIVO seja em data diferente do poder LEGISLATIVO ou seja Eleições para Presidente da Republica, Governos Estaduais e Prefeitos Municipais, em uma data e para Senado Câmara Federal/Distrital e Vereadores em outra data. Só assim poderíamos conhecer um pouco os candidatos para o poder Legislativo que quase nunca aparecem nos horários políticos e mesmo assim temos que votar em todos eles. ISSO É UM ABSURDO dessa nossa democracia. Muitas vezes já escrevemos isso para a TV Globo mais nunca é publicado.

  13. É uma visualização útil, mas faltou mostrar os valores nas conexões. No Chrome, só aparecem as do fundo patidário.

    • Se você mantiver o mouse sobre uma conexão aparecerá o valor correspondente àquela conexão.

  14. Atraves do cofres publicos partidos ja sao beneficiados pelo fundo partidario.Que financiamneto de capnha eles tem muito tempo e espaço para se virararem,vez que eles apos eleitos viven zoando e ainda gozando da cara dos eleitores com o tal de esforço concentrado.Tem muitas benesses financiadas pelos contribuintes e eleitores.Financiamento de pessoas juridicas sao sempre de cunho do levar vantagem em tudo,pois fornecem dinheiro para diversas legendas,apos eleitos se veem obrigados a retribuirem com verbas do tesouro,que sao de todos os patetas contribuintes.E da-lhe superfaturamento

  15. O dinheiro é que ganha eleição, através de propagandas enganosas em massa e repetitivas, e quem puder gastar mais vencerá as eleições. As empresas subvencionam só os candidatos que lhes poderão retribuir, depois de eleitos, com grandes contratos para obras superfaturadas. O financiamento público deveria dividir as verbas equitativamente, com chances iguais para todos candidatos e partidos. / Já no caso do voto não obrigatório, nós brasileiros preguiçosos ou acomodados, em vez de ir votar vamos preferir passear, tomar uma cerveja, ir para sítios ou clubes, etc.; conclusão- cada corrupto pagará um grupo de pessoas para votar nele, então só os corruptos serão votados, criando uma situação muito pior do que hoje, e IRREVERSÍVEL. Nós eleitores precisamos vigiar mais os políticos, nos informar mais, participar mais, para votar melhor. É a única maneira de erradicar a corrupção, apesar de processo demorado. Vamos nos informar mais, participar mais, acorda Brasil !!

  16. Pingback: Maioria do Supremo vota contra doações de empresas a campanhas | Blog do Artur Benevides